O Instituto Pólis é uma ONG (Organização Não Governamental) de atuação nacional e internacional. Fundado em 1987, o Pólis atua na construção de cidades justas, sustentáveis e democráticas, por meio de pesquisas, assessoria e formação que resultem em mais políticas públicas e no avanço do desenvolvimento local.

Litoral Sustentável – Desenvolvimento com Inclusão Social

LOGO LIT SUSTENTAVEL

Considerando as grandes transformações que o litoral paulista tem experimentado nas últimas décadas, com processos de urbanização muitas vezes desordenados, causando forte impacto na vida de quem mora, trabalha e frequenta a região, o projeto Litoral Sustentável – Desenvolvimento com Inclusão Social, proposto pelo Instituto Pólis à Petrobras, produziu, através de processos participativos, uma agenda de desenvolvimento sustentável para a região do Litoral de São Paulo que abrange o Litoral Norte e a Baixada Santista. O processo de construção de todo o trabalho baseou-se na participação de segmentos sociais, sociedade civil, poder público, entidades e indivíduos, em todas as fases do trabalho.

O projeto tem três objetivos principais:

– Fomentar o desenvolvimento regional sustentável em municípios do litoral de São Paulo para propiciar melhores condições de vida para toda a população de forma equilibrada com o meio ambiente;

– Contribuir para o planejamento integrado das políticas públicas por meio de programas municipais e de um programa regional de desenvolvimento, com ações, projetos e metas de médio e longo prazo;

– E, avaliar os impactos socioambientais no litoral paulista dos projetos econômicos previstos ou em andamento na região e da afluência de novas pessoas.

Desta forma, a elaboração de uma Agenda Regional de Desenvolvimento Sustentável se torna essencial para o cumprimento desses objetivos, já que ela se constitui por um conjunto de princípios, diretrizes e ações estratégicas, articuladas em torno de eixos temáticos, que procuraram responder a questões transversais ao Litoral Norte e à Baixada Santista, correspondentes a desafios e potencialidades identificados, como por exemplo, os assentamentos informais de baixa renda, a mobilidade urbana, as áreas ambientais especialmente protegidas e a destinação dos resíduos sólidos. Por outro lado, a Agenda Regional reconhece as especificidades dessas regiões, relacionada em grande medidas aos diferentes processos de urbanização das mesmas.

Acesse o site: http://litoralsustentavel.org.br/