O Instituto Pólis é uma ONG (Organização Não Governamental) de atuação nacional e internacional. Fundado em 1987, o Pólis atua na construção de cidades justas, sustentáveis e democráticas, por meio de pesquisas, assessoria e formação que resultem em mais políticas públicas e no avanço do desenvolvimento local.

Alimentação: há parceria entre setor privado e sustentabilidade?

Setor privação e alimentação
Segurança Alimentar e Nutricional, Inclusão e Sustentabilidade
30 de novembro de 2016

Especialistas criticam e alertam a participação crescente do setor privado em questões de Segurança Alimentar e Nutricional no mundo

Com a recessão econômica, a população de vários países recorrem a alternativas sustentáveis de compras alimentícias como uma alternativa mais barata. Segundo um estudo realizado esse ano por uma empresa que analisa tendências de consumo, no Brasil, 25% dos consumidores preferem refrigerantes em garrafas de vidro reutilizáveis porque custam menos que as de plástico. Porém, para Christiane Araújo Costa, coordenadora de Alimentação e Segurança Alimentar do Instituto Polis, e Fábio Gomes, assessor regional em nutrição e atividade física da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS), há grandes conflitos de interesse entre a indústria alimentícia e a garantia de uma alimentação saudável e sustentável.

Fábio afirma que “se o objetivo da empresa é vender refrigerante e o da saúde é reduzir o consumo de bebidas açucaradas, não há como estabelecer uma parceria”. Christiane lembra que durante o 43º encontro do Comitê de Segurança Alimentar Mundial da ONU foi realizada, pela sociedade civil, uma crítica à crescente participação do setor privado no evento.

Confira a matéria na íntegra

 

Anterior / Próximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + 5 =