O Instituto Pólis é uma ONG (Organização Não Governamental) de atuação nacional e internacional. Fundado em 1987, o Pólis atua na construção de cidades justas, sustentáveis e democráticas, por meio de pesquisas, assessoria e formação que resultem em mais políticas públicas e no avanço do desenvolvimento local.

DOCUMENTÁRIO: Donos da Terra

Documentário Donos da Terra Observatório Litoral Sustentável
Urbanismo, Direito à Cidade, Reforma Urbana, Inclusão e Sustentabilidade, Desenvolvimento Econômico Local
31 de janeiro de 2017

Assista ao documentário que traz a experiência de povos caiçaras diante dos conflitos de terra no litoral paulista

No litoral paulista a faixa destinada à ocupação humana é bastante estreita, isso porque a maior parte é destinada à proteção da Mata Atlântica. No pequeno espaço convivem conflituosamente famílias em moradias irregulares, antigos donos de terra e empresas. Nesse conflito, que perdura décadas, muitas famílias ainda lutam para garantir o direito de posse da terra que vivem há anos.

Sobre isso, o Observatório Litoral Sustentável, uma parceria entre o Instituto Pólis e a Petrobras, produziu o documentário Donos da Terra. Nele, são apresentados casos de regularização fundiária e o drama vivido pelas comunidades para garantir seu direito à moradia. Na Baía de Castelhanos, no litoral norte, os 265 moradores conseguiram o direito de posse.

A líder comunitária Angélica de Souza afirma que até conseguirem os documentos, os caiçaras sofreram muito com reintegrações de posse, especulação imobiliária, ameaças de pessoas que se diziam donos das terras e até expulsão. Para Patrícia dos Santos, da Ilha Diana, comunidade localizada na extensão do Porto de Santos, os moradores da ilha se sentem inseguros. Isso porque, por não terem seu território regularizado, podem a qualquer momento ser expulsos para a construção, por exemplo, de aeroportos e empresas que já visam a região.

Eu não posso morrer sem ter esse título de propriedade nas mãos, que eu não vou ficar sem casa, que meus filhos não vão ficar na rua”, termina Márcia Mem de Sá, da comunidade de Caruara.

Assista ao documentário:

Saiba mais:

PUBLICAÇÃO: Regularização Fundiária na Costa Brasileira

Anterior / Próximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *