O Instituto Pólis é uma ONG (Organização Não Governamental) de atuação nacional e internacional. Fundado em 1987, o Pólis atua na construção de cidades justas, sustentáveis e democráticas, por meio de pesquisas, assessoria e formação que resultem em mais políticas públicas e no avanço do desenvolvimento local.

[EVENTO]: Seminário debate autogestão das moradias populares

moradia evento
Urbanismo, Direito à Cidade, Reforma Urbana
20 de março de 2017

Um dos objetivos do seminário é fortalecer a produção de trabalhos técnicos com os movimentos que lutam por moradia

A União Nacional por Moradia Popular – UNMP realiza o Seminário Nacional de Assessorias Técnicas para Habitação com Autogestão, nos dias 21, 22 e 23 de março de 2017, em São Paulo. O Seminário tem o objetivo de identificar e debater o trabalho desenvolvido pelas assessorias técnicas com os movimentos, além de criar propostas para fortalecer a produção autogestionária da moradia, o trabalho técnico de elaboração de projetos, a assessoria técnica à construção e a formação dos profissionais de arquitetura e engenharia voltados para esta área de atuação.

Os seminários acontecerão nos seguintes locais: Instituto Pólis,  Sindicato dos Arquitetos no Estado de São Paulo, Usina CTAH, Escola da Cidade e Instituto de Arquitetos do Brasil – SP.

A ideia da assessoria técnica, na perspectiva da autogestão na produção habitacional, é que ela seja composta por profissionais que tenham identidade com as lutas dos movimentos sociais. As assessorias técnicas tem identidade com a luta pela reforma urbana e com a mudança para uma sociedade mais justa e igualitária. Trabalham com a proposta de autogestão para construir habitações de forma participativa, com projetos melhores, diferenciando-se da ideia de mercado que padroniza os projetos para famílias de baixa renda.

As assessorias técnicas, compostas por equipes multidisciplinares de arquitetos, engenheiros, assistentes sociais, cientistas sociais, entre outros, devem trabalhar de forma conjunta em todos os processos que envolvem a produção de habitação com autogestão, visando a participação das famílias e a continuidade dessa organização para a vida comunitária.

Nos cursos de arquitetura e urbanismo e de engenharia, há pouco estímulo à formação acadêmica de profissionais para trabalhar com autogestão habitacional e, consequentemente, pouca repercussão deste campo profissional. O seminário visa também a divulgação de experiências e contribuir com os profissionais das instituições de ensino superior que defendem o processo autogestionário na produção da moradia.

As discussões do seminário pretendem mostrar que existe outro caminho na forma de trabalho e produção de moradias com autogestão, que podem contribuir não só para a construção de moradias com mais qualidade, mas também para a construção da vida comunitária, da busca por qualidade de vida, a partir da organização dos movimentos populares, para buscar outros projetos societários.

Veja aqui a Programação

O Seminário será transmitido pela internet através do link http://www.youtube.com/user/polentaisis/live

Para mais informações: autogestãoemoradia@gmail.com

Anterior / Próximo

Uma resposta em “[EVENTO]: Seminário debate autogestão das moradias populares

  1. Acredito que este é o caminho para a QUALIDADE DE VIDA também para as classes sociais de baixa renda. Poder escolher como morar e como ter seu espaço para sí e sua família!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *