O Instituto Pólis é uma ONG (Organização Não Governamental) de atuação nacional e internacional. Fundado em 1987, o Pólis atua na construção de cidades justas, sustentáveis e democráticas, por meio de pesquisas, assessoria e formação que resultem em mais políticas públicas e no avanço do desenvolvimento local.

O Festival de Direitos Humanos está nas ruas! Participe!

Participação Cidadã, Cidadania Cultural, Juventudes, Direito à Cidade, Reforma Urbana, Democracia e Participação, Convivência e Paz
3 de dezembro de 2015

Realizado pela Prefeitura de São Paulo, o 3º Festival de Direitos Humanos – Cidadania nas Ruas acontecerá entre os dias 6 e 13 de dezembro. Em homenagem ao Dia Internacional dos Direitos Humanos (10/12), a capital paulista será palco para mais de 40 atividades gratuitas, que se estendem do centro à periferia, como debates, intervenções urbanas, ocupações das ruas, premiações e exibições de filmes.

No domingo, às 15h, a Praça Marechal Deodoro, em Santa Cecília, se transformará em campo de futebol para a abertura oficial do festival. Lá acontecerá um inédito jogo entre refugiados e pessoas em situação de rua. Após a partida, os DJs DanDan, Marco e Nyack serão responsáveis por uma discotecagem, seguida pela estreia do filme Aconteceu bem aqui, do diretor Camilo Tavares.

No Dia Internacional dos Direitos Humanos (10) haverá duas premiações no Auditório Ibirapuera. No âmbito da educação, o 3º Prêmio Municipal de Educação em Direitos Humanos pretende valorizar projetos que incentivam e fortalecem iniciativas valiosas de afirmação da cultura de direitos humanos dentro das escolas municipal. Já a título de reconhecimento de personalidade ligada à luta pelos direitos humanos, o 2º Prêmio de Direitos Humanos D. Paulo Evaristo Arns homenageará, este ano, a deputada federal Luiza Erundina.

Durante o Seminário: Segurança Pública e Direitos Humanos, que acontecerá dia 11, pela primeira vez, a Prefeitura de São Paulo apresentará um diagnóstico da mortalidade da juventude na cidade, a partir de dados municipais. Na ocasião, especialistas, gestores públicos e movimentos sociais discutirão possíveis propostas e políticas públicas que enfrentem a questão da violência contra a juventude.

O encerramento do Festival será marcado por um grande show na área externa do Auditório Ibirapuera. Elza Soares, Criolo, Mano Brown, Ney Matogrosso, Pitty e outros artistas brasileiros se encontrarão para celebrar a diversidade e a cultura dos direitos humanos.

Confira a programação completa.

Anterior / Próximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − treze =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.