O Instituto Pólis é uma ONG (Organização Não Governamental) de atuação nacional e internacional. Fundado em 1987, o Pólis atua na construção de cidades justas, sustentáveis e democráticas, por meio de pesquisas, assessoria e formação que resultem em mais políticas públicas e no avanço do desenvolvimento local.

Plataforma monitora políticas públicas do Litoral Paulista

plataforma-de-monitoramento
Participação Cidadã, Urbanismo, Resíduos Sólidos, Direito à Cidade, Segurança Alimentar e Nutricional, Reforma Urbana, Inclusão e Sustentabilidade, Formação, Desenvolvimento Econômico Local, Democracia e Participação
14 de dezembro de 2016

A Plataforma de Indicadores de Monitoramento de Políticas Públicas no Litoral Paulista está organizada de acordo com 31 temas, entre eles segurança pública e oferta de mão de obra

Fruto de um trabalho entre sociedade civil e o Observatório Litoral Sustentável, surgiu a Plataforma de Indicadores de Monitoramento de Políticas Públicas no Litoral Paulista, a qual expõe quais políticas sociais estão sendo realizadas no Litoral Norte e na Baixada Santista. No total, são 31 temas divididos em 3 eixos: Desenvolvimento Sustentável e Includente, Uso Sustentável das Áreas Protegidas e Democratização do Território e Inclusão Social.

No primeiro eixo, Desenvolvimento Sustentável e Includente, encontram-se os temas participação social, monitoramento de investimentos, oferta de mão de obra, resíduos da construção civil, segurança pública, qualidade educacional, produção de conhecimento, economia solidária, turismo de base comunitária e royalties do petróleo.

Já no segundo eixo, Uso Sustentável das Áreas Protegidas, estão informações sobre regras de uso, usos diretos e indiretos e recategorização das Unidades de Conservação (UC), direitos dos povos e comunidades tradicionais nas UCs, regularização fundiária das terras indígenas e quilombolas, titulação e habitabilidade dos assentamentos informais e usos e funções das áreas de monitoramento territorial.

Por fim, o eixo Democratização do Território e Inclusão Social agrega os temas transporte coletivo, consumo e pós-consumo de alimentos, tratamento de esgotamento sanitário, saneamento ambiental em comunidades isoladas, prevenção e adaptação aos impactos das mudanças climáticas, resíduos sólidos urbanos, combate a formas de poluição, reserva de terra urbanizada e bem localizada, sistemas municipais de informações habitacionais, política de regularização fundiária condições habitacionais adequadas para população local, equipamentos públicos de cultura e lazer, qualidade da rede de atenção básica de saúde e programas de transferência de renda.

Para Danielle Klintowitz, coordenadora do Observatório Litoral Sustentável, o objetivo do Observatório com a plataforma é empoderar a população do litoral no acompanhamento de implementação de políticas públicas, aumentando, assim, o controle social e a efetividade nos processos decisórios de tais políticas.

O acesso pode ser feito por computador, tablet ou celular pelo site do Observatório

Saiba mais:

Observatório lança plataforma inédita de indicadores para monitoramento de políticas sociais no litoral paulista

 

Anterior / Próximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *