O Instituto Pólis é uma ONG (Organização Não Governamental) de atuação nacional e internacional. Fundado em 1987, o Pólis atua na construção de cidades justas, sustentáveis e democráticas, por meio de pesquisas, assessoria e formação que resultem em mais políticas públicas e no avanço do desenvolvimento local.

Reunião entre movimentos sociais e o relatório da ONU sobre liberdade de reunião pacífica e associação

Participação Cidadã, Direito à Cidade, Reforma Urbana, Democracia e Participação
27 de julho de 2018

O encontro discutiu questões sobre o direito de protesto no Brasil frente aos padrões internacionais de direitos humanos. O objetivo central da reunião foi apresentar o contexto brasileiro ao relator da ONU, Clément Nyaletsossi, a partir de experiências dos movimentos e organizações presentes para identificar possibilidades de avanço na construção de padrões internacionais da ONU, bem como na sua efetiva aplicação no Brasil.

Houve a participação de organizações e movimentos como: Artigo 19, Conectas, Sou da Paz, Matilha Cultural, MPL, Movimento de Secundaristas, CEUS Argentina, Rede contra o genocídio de SP, Núcleo de Justiça Restaurativa, coletivo Periferia em Movimento, Movimento de Moradia Digna, MST, Ouvidoria da Defensoria Pública, Instituto Alana, SOF, Marcha das Mulheres, Marcha das Mulheres Negras de SP, militantes de Movimento de Mulheres, Associação de Advogados Rurais da Bahia, Ponte, MAM – Movimento pela Soberania Popular na Mineração, MAB – Movimento dos Atingidos por Barragens, Instituto Pólis, entre outros.

Confira aqui a reportagem sobre o encontro, publicada no site da Ponte Jornalismo.

Imagem: Martha Lemos.

Anterior / Próximo