Projeto

Moradia é Central – lutas, desafios e estratégias

moradia é central

Data: Início em 2008 – em andamento

O projeto Moradia é Central – lutas, desafios e estratégias contribuiu com os movimentos de moradia na discussão sobre o direito de morar dignamente nas áreas centrais das cidades brasileiras. Ele foi construído em parceria com movimentos e entidades sociais de diferentes regiões brasileiras. O projeto resultou numa publicação com o mesmo nome que evidencia a problemática da habitação no Brasil e a importância da moradia digna para população de baixa renda nas áreas centrais. Traz um estudo sobre o Programa de Locação Social em São Paulo, além de experiências das lutas dos movimentos de moradia e organizações sociais em Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, Santos e São Paulo, os avanços conquistados e os desafios técnicos e políticos para a efetivação do Direito à Moradia. O trabalho registra a continuidade dos debates do projeto Moradia é Central – inclusão, acesso e Direito à Cidade, iniciado em agosto de 2008. O objetivo foi demonstrar a importância do acesso da população de baixa renda à habitação social nos centros urbanos.

O projeto foi fruto de uma parceria entre o Instituto Pólis e a OXFAM GB, em conjunto com entidades de cinco capitais brasileiras: São Paulo (Instituto Pólis e Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos), Belém (FASE – Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional -Amazônia), Fortaleza (Cearah Periferia), Recife (FASE Pernambuco, Fórum Regional de Reforma Urbana e Fórum Nacional de Reforma Urbana) e Rio de Janeiro (FASE). Em 2011, o Centro Gaspar Garcia, em parceria com a OXFAM GB, deu continuidade ao projeto agora com o nome Moradia é Central – lutas, desafios e estratégias. Organizou-se o Seminário Nacional: lutas e experiências pela moradia digna nas áreas centrais, que reuniu lideranças de movimentos de moradia e técnicos de entidades sociais de nove cidades brasileiras, com os objetivos de discutir os desafios e conquistas da luta pela moradia digna nas áreas centrais, construir uma agenda de luta comum, além de formar uma rede nacional de articulação e mobilização.

 

Outros Projetos