O Instituto Pólis é uma ONG (Organização Não Governamental) de atuação nacional e internacional. Fundado em 1987, o Pólis atua na construção de cidades justas, sustentáveis e democráticas, por meio de pesquisas, assessoria e formação que resultem em mais políticas públicas e no avanço do desenvolvimento local.

Vídeo: O Direito à Cidade tem cor?

Nesta última semana, nós focamos na promoção do debate sobre raça e o Direito à Cidade no qual estamos inseridos já há algum tempo.

O desafio de promover cidades justas e inclusivas passa, necessariamente, pela superação do racismo que estrutura as desigualdades, organiza as relações sociais e a configuração dos territórios. Sabemos que essa tarefa não é fácil. O processo de mudança é lento e enfrenta muitas resistências em todas as instâncias.

O Pólis é uma instituição que tem reconhecido seu lugar de fala, entendendo o ponto de vista do qual refletimos sobre o racismo e como podemos contribuir para sua superação. E esta reflexão tem se dado a partir dos diversos trabalhos desenvolvidos pelo Instituto, como o Hub das Pretas, o Juventudes nas Cidades, o Jovens Monitores Culturais e tantos outros.

Nosso auditório já foi palco de inúmeros debates sobre o tema. Um deles, em especial, mexeu profundamente com nossas estruturas, no final do ano de 2017. Ele foi organizado pelo IBDU e estavam presentes @Joice BerthMarielle Franco (presente!) e nossa querida @Jessica Tavares, três mulheres negras incríveis que vieram debater conosco um olhar de raça sobre o Direito à Cidade.

Para encerrar esta semana, queremos compartilhar este vídeo institucional que aborda o impacto do do projeto Hub das Pretas no Pólis, em que nossos coordenadores, Danielle Klintowitz e Henrique Frota, assumem nosso lugar de fala de maneira clara e honesta e discutem o quanto a temática do racismo nas cidades tem se aprofundado na própria instituição.

A nossa luta contra o racismo tem se dado de maneira ampla e passa também pelo âmbito institucional. Sabemos que ainda temos muito o que avançar, mas a mudança já começou!

Seguimos!

#marielle30dias
#mariellevive
#PeloFimdoGenocídio
#ContraIntervençãoMilitar
#SemJustiçaNãoHáPaz
#VidasNegrasImportam
#BlackLivesMatter
#RededeProteçãoeResistênciaContraoGenocídio

O Direito à Cidade tem cor?Nesta última semana, nós focamos na promoção do debate sobre raça e o Direito à Cidade no qual estamos inseridos já há algum tempo.O desafio de promover cidades justas e inclusivas passa, necessariamente, pela superação do racismo que estrutura as desigualdades, organiza as relações sociais e a configuração dos territórios. Sabemos que essa tarefa não é fácil. O processo de mudança é lento e enfrenta muitas resistências em todas as instâncias. O Pólis é uma instituição que tem reconhecido seu lugar de fala, entendendo o ponto de vista do qual refletimos sobre o racismo e como podemos contribuir para sua superação. E esta reflexão tem se dado a partir dos diversos trabalhos desenvolvidos pelo Instituto, como o Hub das Pretas, o Juventudes nas Cidades, o Jovens Monitores Culturais e tantos outros.Nosso auditório já foi palco de inúmeros debates sobre o tema. Um deles, em especial, mexeu profundamente com nossas estruturas, no final do ano de 2017. Ele foi organizado pelo IBDU e estavam presentes @Joice Berth, Marielle Franco (presente!) e nossa querida @Jessica Tavares, três mulheres negras incríveis que vieram debater conosco um olhar de raça sobre o Direito à Cidade. Para encerrar esta semana, queremos compartilhar este vídeo institucional que aborda o impacto do do projeto Hub das Pretas no Pólis, em que nossos coordenadores, Danielle Klintowitz e Henrique Frota, assumem nosso lugar de fala de maneira clara e honesta e discutem o quanto a temática do racismo nas cidades tem se aprofundado na própria instituição.A nossa luta contra o racismo tem se dado de maneira ampla e passa também pelo âmbito institucional. Sabemos que ainda temos muito o que avançar, mas a mudança já começou!Seguimos!#marielle30dias#mariellevive#PeloFimdoGenocídio#ContraIntervençãoMilitar#SemJustiçaNãoHáPaz#VidasNegrasImportam#BlackLivesMatter#RededeProteçãoeResistênciaContraoGenocídio

Publicado por Instituto Pólis em Sexta, 18 de maio de 2018